Você sabe quais são os comportamentos alimentares do seu pet?

Às vezes você pode ficar se perguntando: “mas por que o meu cachorrinho prefere ração úmida à ração seca?” ou “por que o meu gato come de pouquinho em pouquinho e várias vezes ao dia?” ou ainda: “por que meus cães brigam na hora de comer?”. Assim como nós, humanos, os animais também têm peculiaridades de acordo com a espécie quando se trata da alimentação. Isso está relacionado com os seus ancestrais e com suas necessidades de nutrientes.

Para que você possa entender o porquê de seu cão se comportar de tal forma ou de seu gato agir de uma maneira, listamos abaixo alguns comportamentos alimentares próprios de cada espécie:

Cães

– O cão doméstico de hoje descende do lobo cinzento, ou Canis lupus

– O ancestral, o lobo cinzento, caçava em grupos, ou seja, eram animais gregários e com hierarquia dentro da matilha, o que lembra muito as características sociais dos cães dentro das nossas casas, tendo sempre aquele que é dominante e o que é submisso, que geralmente aguarda o outro comer (e às vezes até mesmo perde o alimento para o dominante). Em casas com mais de dois cães a competição é maior ainda, por isso a ingestão rápida de alimento.

– As caças dos lobos cinzentos se caracterizavam por serem grandes, o que possibilitava uma refeição maior. O que também podemos ver nos nossos cachorros domésticos: comem a ração de uma a duas vezes ao dia, com um intervalo grande entre as refeições.

– São onívoros

– Tem a preferência de se alimentar durante o dia

– Geralmente pega o alimento com os dentes

– Tem o olfato mais aguçado que gatos

Gatos

– Os gatos descendem do gato selvagem africano, ou Felis silvestres lybica

– Tanto o ancestral como os nossos gatinhos que temos em casa, são animais solitários e territorialistas e devido a esse fato, podem desfrutar de uma refeição tranquilamente sem a preocupação com competições

–  Na natureza, o gato selvagem se alimenta de pequenas presas, o que faz com que seja possível a realização de várias refeições ao longo do dia. Por esse motivo, os gatos que conhecemos hoje e que convivem com a gente, estão adaptados a realizarem várias refeições ao longo do dia, de 9 a 16 refeições ao dia.

– São carnívoros

– Têm a preferência de se alimentar mais no período noturno

– Preferem alimentos mais secos e crocantes

Agora deu para entender o porquê do comportamento alimentar do seu animalzinho? Vale lembrar também que cada indivíduo é único e acaba se acostumando com os hábitos locais. Portanto, também podemos ter comportamentos discrepantes dos citados acima devido ao que os pets aprendem com o ambiente em que vivem. O importante é respeitarmos o comportamento natural e suas adaptações para que possamos garantir o bem-estar dos animais de estimação.