O anti-tártaro: hexametafosfato de sódio

Sabe-se que 75% dos cães entre 4 e 8 anos possuem doença periodontal.

Existem alguns fatores que são predisponentes para a formação do tártaro: raça, idade, dieta e mastigação.

Vamos entender como ele se forma?

O acúmulo de bactérias devido aos restos de alimento que ficam nos vãos entre os dentes gera a placa bacteriana, que é o tártaro. O tártaro possui uma consistência mais mole mas, mesmo assim, é difícil de ser retirado apenas com a escovação.

Posteriormente, os minerais que a saliva possui vão se depositando nos dentes, calcificando essa placa bacteriana, deixando ela cada vez mais dura.

A placa bacteriana não fica só nos dentes, ela pode se desprender e ir parar na corrente sanguínea, causando doenças cardíacas, hepáticas e renais. Portanto, esse cuidado com a saúde oral significa longevidade para os pets!

O animal que possui doença periodontal pode apresentar os seguintes sintomas: mau hálito, redução do consumo de alimentos, salivação excessiva e dificuldade em mastigar.

E como age o hexametafosfato de sódio? Ele captura o cálcio presente na saliva, não deixando ele se depositar na placa bacteriana.

A escovação, sozinha, não consegue combater a formação da placa, portanto, oferecer um alimento que contém em sua composição o anti-tártaro é um ato de carinho para com o seu melhor amigo!

 

Mayara Corrêa Peixoto

Médica Veterinária CRMV/SP 28347

mayara.correa@intergalagro.com.br